Philippe Coutinho faz uma temporada muito abaixo das expectativas pelo Barcelona. Alvo de muitas críticas por parte da imprensa espanhola, o brasileiro ainda não apresentou sua melhor versão na equipe catalã. Para além da postura considerada apática, o jogador de 26 anos de idade tem mostrado uma baixíssima produtividade ofensiva. Tanto é que, em números, ele está igual ao zagueiro Gerard Piqué.

O time comandado pro Ernesto Valverde lidera o Campeonato Espanhol, com 70 pontos ganhos e o melhor ataque disparado da competição. No entanto, dos 79 gols marcados até o momento, apenas sete tiveram a contribuição direta de Coutinho, cuja estatística é a mesma do defensor espanhol.

São cinco bolas na rede e duas assistências para o brasileiro, enquanto Piqué, por sua vez, soma quatro tentos e três passes para gol. Os dois ainda empatam com os volantes Ivan Rakitic e Arturo Vidal, que também somam sete participações.


Se comparado a Lionel Messi e Luís Suárez, então, a situação fica ainda mais feia. O argentino soma nada menos que 46 contribuições diretas em gols, enquanto o uruguaio tem 25. Antes de Coutinho e companhia, a lista ainda conta com atacante Ousmane Dembelé, com 12, e o lateral esquerdo Jordi Alba, com 10.

De fato, é muito pouco para um jogador que foi contratado a peso de ouro junto ao Liverpool, em janeiro do ano passado. Foram nada menos que 135 milhões de euros (R$ 585 milhões na cotação atual) investidos na negociação, sem contar os valores adicionais, que tornaram o meio-campista em um dos mais caros da história do futebol mundial.

Espera-se, ao menos, que Coutinho possa ajudar o Barcelona no confronto decisivo deste sábado, quando os catalães enfrentam o Atlético de Madrid em duelo de líderes, que pode deixar o título espanhol encaminhado aos grenás. Se vencerem, a diferença de pontuação aumentará para 11, a sete rodadas do fim do campeonato. O jogo é válido pela 31ª rodada e, no Camp Nou, a bola rola a partir das 15h45 (de Brasília).

Fonte: Gazeta Esportiva