Enquanto aguarda uma definição por parte da Federação Paraense de Futebol (FPF) e da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sobre os campeonatos, o Paysandu dá sequência ao trabalho que foi reiniciado no começo desta semana. Na manhã desta quinta-feira (2), os dois atletas, que estavam em isolamento domiciliar por terem contraído o novo coronavírus, foram reintegrados ao elenco juntamente com o meio-campista Victor Diniz, que havia sido emprestado para o Bahia em outubro do ano passado.

Victor Diniz também foi submetido a exames de Covid-19. Já os outros dois atletas que haviam sido afastados foram reavaliados pelos médicos do clube e possivelmente já estão imunizados, com base em testes específicos da doença.


Neste recomeço, os treinos são realizados de segunda-feira a sábado, com grupos divididos de seis a oito atletas, sempre em horários distintos para evitar aglomerações na Curuzu. Jogadores que já tiveram contato com o novo coronavírus e estão possivelmente imunizados treinam juntos. Os que não foram infectados formam as outras duas equipes. Os goleiros realizam um trabalho específico com os preparadores, também em dois horários diferentes.

 (DOL)