O clássico mais jogado do futebol mundial, o tradicional Remo X Paysandu teve apenas quatro capítulos escritos em 2017. Se os rivais trocaram mensagens de Natal nas redes sociais, a disputa pela vitória dentro de campo se resultou até os minutos finais destas partidas. Os clássicos deste ano são assunto da Retrospectiva 2017 do DOL.

O primeiro encontro entre os rivais este ano foi no dia 12 de fevereiro. O Paysandu teve jogador expulso e pênalti perdido pelo atacante Leandro Cearense e o Remo teve Edgar, que marcou dois gols, sendo o da vitória no último lance do jogo. A vitória por 2 a 1 dos remistas resultou em festa do Fenômeno Azul e parou até as redes sociais, com a brincadeira Raiz X Nutela.

O segundo encontro entre os rivais ocorreu no dia 26 de março. O Paysandu saiu na frente com Bergson, mas novamente ficou com dez em campo. Nos acréscimos, o Remo alcançou o empate com Eduardo Ramos, em um clássico marcado por polêmicas da arbitragem.


Com o Remo eliminado de forma precoce, os rivais não se enfrentaram na Copa Verde e restou a decisão do Parazão. No primeiro capítulo, novamente o Paysandu saiu na frente com Bergson, porém o Remo foi atrás em busca do empate e conseguiu através de Igor João.

O capítulo final do clássico em 2017 terminou como começou, sendo decidido nos descontos. O Remo marcou com Rodrigo, mas o Paysandu teve a estrela do artilheiro Bergson, que marcou dois e deu o bicampeonato paraense ao Papão, com o hit “O Pay te ama”.

Em 2018, os rivais já tem pelo menos dois encontros marcados. 28 de janeiro e 4 de março, mas podem ocorrer mais outros quatro encontros, caso Remo e Paysandu cheguem em uma semifinal de Copa Verde e a decisão do estadual.

(Diego Beckman/DOL)