Se o Clube do Remo iniciar o ano de 2021 na mesma pegada em que encerrou as suas atividades nos gramados em 2020, dará um salto imenso rumo ao sonhado acesso à Série B do Campeonato Brasileiro deste ano. Por isso, o foco é em uma vitória sobre o Ypiranga-RS, no Colosso da Lagoa, em Erechim (RS), pelo returno do quadrangular decisivo da Série C, a partir das 20h. Internamente, o duelo é considerado como final antecipada, tanto pela projeção otimista na tabela em caso de resultado positivo quanto pela qualidade do adversário, que se mostrou o mais perigoso até o momento contra os paraenses.

Dessa maneira, o técnico Paulo Bonamigo não deve realizar grandes alterações na onzena titular que tem atuado e garantido bons resultados até o momento. A única incerteza concentrou em cima do zagueiro Rafael Jansen, peça importante no sistema tático do Leão, que sentiu dores nos últimos treinamentos. Como a definição da equipe é divulgada momentos antes de cada compromisso, a escalação ou não do zagueiro ainda é um mistério. De certo, quem está fora do embate é o zagueiro Fredson, expulso no jogo diante do Canarinho, em Belém, no último domingo (27).


Adversário mais complicado do Remo ao longo das três primeiras partidas deste quadrangular, os azulinos esperam novamente uma partida complicada e com momentos de tensão. Por isso, o técnico Paulo Bonamigo já salientou o que deve imperar no decorrer dos 90 minutos para que a sua equipe conquiste mais um resultado positivo. “Nossa equipe precisa ser muito competitiva, se exige isso. Não podemos ser passivos em campo, pois sabemos das características dos times do Sul, que são ativas, competitivas e a nossa motivação tem que ser muito maior”, avalia. “É preciso maturidade, temos que saber atuar nesse tipo de partida, o Ypiranga vai tentar propor o jogo, temos que tentar neutralizar o adversário, com o pensamento forte nesta reta final. Vai vencer a equipe que se entregar mais no jogo”, prevê.

Caso o Clube do Remo engate a sua terceira vitória consecutiva nesta noite contra o Ypiranga-RS, o time chegará aos 10 pontos na tabela. Na análise de Bonamigo, pontuação que garante o Mais Querido na Série B deste ano. Apesar disso, o comandante tratou de frisar empenho a todo o momento para não se conformar com o mínimo. “Temos uma previsão de pontuação, mas é evidente que depende de combinação de outros resultados. Para o acesso, se fizer 10 pontos para cima eu acho que a segunda vaga é garantida. Mas o importante nesse momento é focar jogo a jogo, já que o nosso grupo possui equipes bem equilibradas”, pontua.

(Diário do Pará)