Confirmando o favoritismo, o Remo derrotou o Castanhal por 2 a 0, nesta quinta-feira (20) e confirmou a vaga para a decisão do Parazão 2020, onde vai enfrentar o Paysandu, em busca do tricampeonato estadual.
O jogo poderia começar com toda velocidade, mas teve uma freada de quase cinco minutos devido a um problema no sistema de iluminação do Mangueirão, mas mesmo assim, o jogo seguiu e o as chances apareceram logo em seguida. Primeiro com Tcharles, que chutou forte para boa defesa de Paulo Henrique e logo depois, Dioguinho quase surpreende Vinicius pela direita, em contra-ataque.
Somente aos 31 minutos, uma boa chance de gol e de novo do Remo: novamente, Tcharles chutou no canto e Paulo Henrique teve de se esticar todo para defender.
Já na reta final, o goleiro aurinegro voltou a aparecer ao defender o chute à queima-roupa de Júlio Rusch, mas a última chance do primeiro tempo foi do Castanhal com Pecel, que recebeu nas costas da defesa azulina, mas mandou por cima do gol de Vinicius.
O segundo tempo já começou com o Remo transformando chances em gol. Primeiro com uma penalidade em toque de mão, em cobrança de escanteio e confirmado com gol de Eduardo Ramos. Logo em seguida, Tcharles chutou colocado para ampliar o placar para o Leão Azul.
O Castanhal ainda partiu para cima e o máximo que conseguiu com uma bola na trave em chute perigoso de Pecel, que Vinicius já estava totalmente batido.
Com a vitória garantida, o Remo girou o time e confirmou a classificação para enfrentar o maior rival, o Paysandu, mas antes do bicolor, o time enfrenta o Imperatriz-MA, nesta segunda-feira (24), pela terceira rodada do Brasileirão da Série C.

FICHA TÉCNICA
REMO: Vinicius; Rafael Jansen, Mimica, Fredson (Gilberto) e Marlon; Djalma (Carlos Alberto), Lucas Siqueira, Gelson (Xaves) e Julio Rusch; Eduardo Ramos e Tcharles.
Técnico: Mazola Jr.
CASTANHAL: Paulo Henrique; Magnum, Lucão, Lucas e Pc Timborana; Samuel, Eneilson e William Fazendinha; Dioguinho, João Leonardo e Pecel.
Técnico: Arthur Oliveira
ÁRBITRO: Gustavo Ramos Melo
ASSISTENTES: Rafael Ferreira Vieira e Rafael Bastos Cardoso
CARTÕES AMARELOS: Eneilson e Pecel(CAS)
LOCAL: estádio Olímpico do Pará (Mangueirão) / Belém (PA)


(DOL)