Desde o início da semana passada, o plantel do Remo realiza algumas alterações notáveis no time principal. Com o retorno dos volantes João Paulo e Ilaílson, e do lateral Jaquinha, o técnico Léo Goiano aproveitou o tempo para testar uma peça nova na equipe. O atacante Jayme, que marcou o gol do empate diante do Moto Club, parece ter agradado ao treinador com sua movimentação constante e passou a fazer par com Pimentinha no setor ofensivo do Leão.

A mexida do treinador na dupla de ataque, ao que parece, é uma dos métodos que o comandante azulino encontrou para explorar o setor defensivo da Bolívia Querida, já que o Sampaio veio para Belém com quatro desfalques, dos quais, 3 pertencem exatamente àquele setor.Para o atacante Pimentinha, que terá Jayme como companheiro pela primeira vez desde que chegou ao Leão, a velocidade que ambos os atletas possuem, pode ser o caminho para a vitória. “Vinha jogando desde o início com o Luiz Eduardo. Com a entrada do Jayme, muda a característica. Ele é um jogador de qualidade, que finaliza bem. Assim, temos dois tipos de jogada, a de área e a de velocidade”, comenta o atacante.

Após ser considerado uma das principais aquisições do Mais Querido para a Série C, por ter dado um padrão competitivo ao time, Pimentinha quase ficou de fora da partida contra o Sampaio, seu ex-time. Isso porque o atacante foi diagnosticado com um edema na panturrilha, após sentir dores no local. Mas, para a felicidade do atleta e da torcida, ele se diz curado e pronto para o jogo. “Desde o momento que senti a lesão no último jogo, fiquei preocupado, até porque esse é um jogo importante pra gente. Acho que esse é o jogo do ano, pois, se a gente não ganhar fica difícil. Estou sem dor e bem preparado, assim como o time, para trazer essa vitória”, conclui.


CUIDADO COM O LÍDER

Respeito sim, mas de olho na vitóriaLíder do grupo A com 29 pontos e já garantido no mata-mata da Série C, o Sampaio Corrêa vem para Belém com o objetivo de disparar na ponta da competição. E levarmos em consideração a campanha dos maranhenses fora de casa, a Bolívia promete dificultar bastante a vida dos azulinos.

Com a melhor campanha entre os visitantes, o tricolor de São Luís soma quatro vitórias, três empates e apenas uma derrota. Neste jogo contra o Remo, porém, a equipe não contará com boa parte da sua base: o lateral Esquerdinha, o zagueiro Maracás, o volante Zaquel e o atacante Isac, estão fora da partida – todos cumprindo suspensão após a aplicação do 3° cartão amarelo. Entretanto, neste 2º turno, o Sampaio soube manter um bom padrão de jogo, alternando em certas ocasiões alguns jogadores entre a titularidade e a reserva. Portanto, os desfalques não devem representar grandes problemas.

Sabendo do tamanho do obstáculo que será passar por cima do líder do grupo, o elenco do Remo prega respeito ao rival, mas garante estar preparado. “Eles são líderes da competição não é à toa, mas só a vitória nos interessa. Eles já estão na cadeira cativa e nós ainda não estamos. Então vamos em busca disso”, pontuou o azulino Ilaílson.

(Matheus Miranda/Diário do Pará)