No ano de 2013, na grande campanha do Clube do Remo na Copa do Brasil Sub-20, o meio-campista Rodrigo foi um dos grandes destaques. Mostrando muita habilidade e categoria, não demorou muito para que ele fosse negociado e transferido para a base do Corinthians-SP.

Entretanto, Rodrigo não conseguiu repetir as boas atuações e acabou não tendo sucesso.


Nesta temporada, ele retornou ao Leão para ser um dos homens de criação do time, mas, com uma série de lesões, o jogador pouco atuou. Por enquanto, ele segue treinando, à espera de uma oportunidade com Oliveira Canindé. Mesmo sem atuar desde afinal do Campeonato Paraense, o atleta continua o seu trabalho no Baenão, mesmo não estando inscrito na Série C. Segundo o meio-campista, é preciso estar pronto para corresponder na hora que for chamado. “Todo mundo sabe da minha dedicação e empenho. E eu sei do meu potencial e do que eu sou capaz”, afirma o jogador.

Rodrigo, agora com 23 anos, se diz mais maduro e pronto para aproveitar as oportunidades e estourar de vez para o mundo do futebol. “Sou um Rodrigo mais experiente, tenho mais ‘caixa’, mais força e amadureci dentro de campo. Hoje, eu tenho certeza que posso ajudar o Clube do Remo dentro de campo. Quando eu tiver a oportunidade de jogar, vou entrar e dar o meu máximo, para ajudar o clube”, destaca Rodrigo.

(Café Pinheiro/Diário do Pará)