O senador e ex-jogador Romário concedeu uma entrevista ao site espanhol Papel do jeito que ele gosta, bem polêmica. O baixinho falou sobre vários assuntos e até xingou o ex-treinador Luis Aragonés, técnico da Espanha no título da Euro de 2008.

Quando Romário foi questionado sobre diversas personalidades do futebol, ele tratou logo de ofender o treinador. Sobre Luis Aragonés ele foi direto: “um imbecil”, justificando a sua opinião quando os dois trabalharam juntos no Valencia em 1996 e se desentenderam.

O falecido Johan Cruyff e o atual treinador do Manchester City, Pep Guardiola, foram os técnicos elogiados por Romário: “o Barcelona atual parece a melhor equipe do mundo. Mas o meu Barcelona era ainda melhor. Eram outros tempos, se jogava de outra maneira e não é bom misturar épocas no futebol. Mas o Barcelona de hoje não seria nada sem o Cruyff e depois o Guardiola. Esses dois ensinaram os jogadores de agora a jogar. E eu tive a honra de trabalhar com ambos”.


O Baixinho também deu curtas opiniões sobre Neymar e a Seleção Brasileira. Disse que o atacante do Barcelona é o “grande nome do futebol no momento” e afirmou que a equipe nacional “está voltando a parecer uma seleção”.

Sobre a CBF, Romário não poupou críticas: “a CBF é a maior organização criminosa do país. É o câncer do futebol brasileiro. Todos seus dirigentes deveriam estar presos”

Em um breve momento de descontração, Romário comentou sobre sua forma física, já que emagreceu muito após fazer um tratamento para se curar da diabetes: “estou melhor do que nunca, mas emagreci 20 quilos. Acabo de engordar dois e com mais cinco estarei perfeito”. Depois quando voltou a mostrar sua tradicional falta de modéstia: “nunca na história haverá um atacante melhor que eu. Ficarei para o resto da eternidade”.

(Com informações do UOL)