O São Raimundo pode ser eliminado do Campeonato Brasileiro da Série D. O clube santareno foi denunciado após, supostamente, ter escalado um jogador de forma irregular na competição nacional no jogo contra o Baré-RR. A diretoria do clube nega que tenha cometido irregularidades.

Em nota, o Pantera reconheceu “que o atleta Leandro Gleidson Diniz foi relacionado para partida, no entanto, o próprio Delegado do Jogo identificou que seria prudente que o jogador não participasse do confronto”.

O São Raimundo diz ainda que a súmula da partida apresentada pela CBF, onde o jogador consta entre os relacionados, pode ter sido alterada. “O mesmo não participou do jogo, e nem tampouco foi relacionado na súmula, que foi emitida às 15h29m do dia da partida. Logo, causa estranheza uma mudança repentina no sistema da CBF onde consta nome do atleta na súmula” questionou o clube.


O fato fez com que a segunda fase inteira da Quarta Divisão fosse adiada até que o caso seja analisado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). As datas passaram do dia 9/7 para 16/7.

O Pantera estava classificado para enfrentar o Atlético-AC no primeiro mata-mata; em caso de eliminação da equipe paraense, que assume a vaga é a Desportiva-ES.

O São Raimundo informou que já acionou um advogado no Rio de Janeiro visando realizar a defesa do clube com a documentação necessária, apesar de não ter recebido nenhuma notificação oficial da CBF.

(DOL)