Após muito sigilo quanto à formação do elenco para a próxima temporada, na manhã de ontem, por meio do site oficial da agremiação, o Clube do Remo divulgou os nomes dos primeiros contratados para o plantel de 2019. Foram eles o lateral-direito Geovane, de 23 anos, ex-Globo-RN; e o volante Robson Lopes, de 26 anos, ex-Ypiranga-RS. Os dois profissionais passaram pelo crivo do departamento de futebol e presidência da instituição, especialmente em relação ao quesito financeiro. A chegada dos novos jogadores azulinos na capital paraense está prevista para o dia 12 de dezembro, data de início da pré-temporada.

Conforme destacado pelo gerente-executivo Luciano Mancha, a primeira remessa azulina traz dois atletas desconhecidos da torcida. Geovane, por exemplo, iniciou e percorreu toda a sua carreira no Globo-RN, exceto por alguns meses do ano de 2014, quando foi emprestado ao Força e Luz, também do Rio Grande do Norte. O lateral, que também atua como volante, chegou a enfrentar o seu novo clube na Série C deste ano em duas oportunidades.

Para o atleta, poder jogar em um time de tradição é um momento único na sua carreira. “Aceitei o desafio de ir pro Remo por ser um grande clube do futebol brasileiro. Qualquer jogador quer estar em um time como o Remo. Estou muito feliz por ter essa chance, pude jogar esse ano em Belém e fiquei encantado com essa torcida. Se Deus quiser vou poder ajudar a equipe e dar alegria pra essa massa”, almeja o atleta, que foi um dos destaques do Globo-RN na campanha do acesso à Série C, em 2017.

Natural de Erechim-RS, o volante Robson, que nesta temporada no Canarinho alternou a posição de ofício com a de meia, já possui rodagem pouco mais extensa que a do futuro companheiro. Com participações pelo Treze-PB e pelo América-RN, em 2016 e 2017, respetivamente, o que chamou atenção no currículo do profissional foi a regularidade: 99 partidas entre as temporadas 2015/18.

De acordo com Robson, o mesmo está pronto para encarar o seu maior desafio. “É uma satisfação e uma responsabilidade grande poder vestir a camisa do Remo. Logo quando a proposta chegou, meu empresário e eu tivemos certeza que era o melhor caminho a seguir. Chego para ajudar o Remo na busca dos objetivos da temporada. É um desafio enorme na minha carreira e estou com uma expectativa positiva”, destacou.

Hoje é esperado o anúncio de novos jogadores. E quem está praticamente confirmado é o volante Dedeco, que recentemente teve o seu pré-contrato, que foi elaborado pela antiga gestão, reavaliado para se enquadrar na nova política financeira do clube. Contudo, o jogador aceitou as condições da diretoria e é esperado para retornar ao Baenão. “O Remo abriu as portas e acredito que facilitar as coisas é viável para continuar com essa parceria, né?” comentou o atleta.

FICHA TÉCNICA

Geovane


Nome: Geovane da Silva Bezerra Pinto

Idade: 23 anos

Posição: lateral-direito

Naturalidade: Natal (RN)

Clubes: Globo-RN, Força e Luz-RN

Robson

Nome: Robson Luis Lopes

Idade: 26 anos

Posição: volante

Naturalidade: Erechim-RS

Clubes: Porto Alegre-RS,

Guarani-RS, Cruzeiro-RS, Tupi-RS, Ypiranga-RS, Treze-PB, América-RN e Ypiranga-RS

Laboratório azulino não vai aproveitar ninguém

Pelo andar da carruagem, peneirada serviu só como experiência mesmo (Foto: Samara Miranda/Ascom Remo)

O “laboratório” azulino, que foi supervisionado pelo treinador Netão e pelo antigo gerente de futebol, Ari Barros, não deverá levar nenhum atleta participante ao profissional da equipe. A expectativa já se encaminhava para isso, uma vez que o executivo Luciano Mancha, assim como os membros da diretoria de futebol, não sentiram firmeza na peneira. E com a oficialização da nova remessa de atletas, a tendência é que o processo seletivo fique como segunda opção para integração de profissionais. “Confio no nosso treinador, mas o Remo não pode passar por isso (peneira). Se tiver que dar oportunidade, que seja para os nossos jovens da base”, havia dito Luciano Mancha.

Para o dirigente Dirson Medeiros Neto, independentemente do percurso que o clube tome, o plantel será formado com total dedicação e cuidado para o rendimento integral em campo ao longo das competições que o Leão participar, em 2019. “O preparo, as análises, as observações e o trabalho adiantado que fizemos antes mesmo das eleições serão colocados em prática. Não iremos contratar por acaso, nos preparamos. A nossa equipe será forte e comprometida com os objetivos do Remo”, afirmou.

Conselho fiscal 2019/20 está definido

Na noite da segunda-feira passada (26), em reunião ordinária do Conselho Deliberativo (Condel), na sede social da Avenida Nazaré, os conselheiros do Clube do Remo participaram do encontro de pauta única, que foi a definição da equipe que ficará à frente do Conselho Ffiscal (Confis) no biênio 2019/20.

Doze associados se candidataram e, após a votação, foi definida a escolha por Odilardo Silva, Diego Bessa, Marco Antonio, Francisco Rosas e José Fernandes como os cinco titulares da pasta. O Condel, agora, irá agendar uma nova reunião, ainda sem previsão, para a escolha do presidente e o primeiro-secretário do Confis.

As principais funções do Conselho é verificar se a diretoria-executiva está cumprindo as normas estatutárias relativas à gestão financeira e contábil, além de examinar, a cada mês, a contabilidade do clube, as contas, e a documentação apresentada pelo Conselho Diretor (Codir). “Foi tudo normal, agora iremos agendar outra data para que eles, em si, escolham o presidente”, disse o vice-presidente do Condel, Fábio Cebolão.

(Matheus Miranda/Diário do Pará)