Campinas, SP, 24 (AFI) – Silas Pereira é o novo técnico do Red Bull Brasil para a Série D do Campeonato Brasileiro. Ele chega para suprir a saída de Alberto Valentim, que deixou o clube após a eliminação ainda na primeira fase do Campeonato Paulista. O time de Campinas se prepara para disputar a última divisão nacional e sonha com o acesso. O treinador vem de bons resultados, já que foi ele que levou o Novorizontino as quartas de final do estadual – caiu para o Palmeiras.

Este será seu primeiro trabalho em Campinas. Na carreira de técnico Silas tem passagens por grandes clubes do Brasil, como Avaí, Grêmio, Flamengo, Náutico, Portuguesa, Ceará e América-MG. Tudo começou no Paraná, em 2006, como assistente. Ele também tem um currículo vitorioso como jogador, quando era meia. Atuou no São Paulo, no Internacional, Atlético-PR, Vasco e outros.


Tem na bagagem o título da Copa do Nordeste de 2015 com o Ceará, além do Campeonato Catarinense de 2009 com o Avaí e o Gaúchão com o Grêmio em 2010. Ele chega ao Red Bull Brasil para reformular o grupo e já pensar na Série D, que tem data marcada para começar no dia 21 de maio. O primeiro jogo é com o Espírito Santo, às 16h30, no estádio Kléber de Andrade, em Cariacica, pelo Grupo A14.

“A gente vem acompanhando os trabalhos e falamos com atletas que já trabalhamos antes, como o Willian Magrão, no Grêmio. Estou feliz pela estrutura que encontrei e pelas portas abertas. O clube oferece projeto e condições de trabalho, tudo o que os técnicos querem. O Red Bull Brasil é um clube sério, que prima pela excelência”, disse o novo comandante.

O treinador já está estudando a competição e vendo a melhor maneira de conquistar o grande objetivo: o acesso à Série C. “É um campeonato mais curto, a primeira fase tem seis jogos e depois já começam os mata-matas. O Red Bull Brasil se preparou para isso, vamos entrar com humildade e acreditando que vai ser possível”, completou Silas.