O sinal amarelo está ligado para Remo e Paysandu no Campeonato Brasileiro, com tendências para uma aceleração ou alerta máximo na corrida rumo ao quadrangular que leva ao acesso para a Série B.

Para o Paysandu, a vitória com autoridade sobre o Ferroviário por 3 a 0 deixou o Papão em uma situação bastante confortável em relação ao G4. O time depende de si e no melhor momento da equipe, João Brigatti conquistou a confiança da torcida com resultados e uma atuação brilhante.

A sensação da Curuzu se chama Marlon. O atacante mostrou a que veio e a Fiel nem se lembra mais de Vinicius Leite. Com três gols em dois jogos, o jogador tem tudo para ser o mais novo xodó da torcida, ainda mais se obtiver boas atuações nas próximas partidas.


Enquanto que o Papão está em boa fase, o Remo apresenta sinais de que a equipe precisa de um gás a mais para conquistar a classificação. Apesar de ter um bom saldo de vitórias e saldo de gols, o Leão vem caindo de rendimento e atuação apática contra o Botafogo-PB mostrou isso.

Paulo Bonamigo não acertou na equipe inicial, tentou corrigir no intervalo e mais uma vez contou com Vinicius para conquistar um ponto precioso fora de casa. Futebol não tem ciência exata. Na semana passada, o Remo amassou o Santa Cruz e foi derrotado e agora, com uma atuação desconfiada conquistou um ponto.

Faltando duas voltas para o circuito da Série C, Leão e Papão precisam de um pouco mais de aceleração e cautela para atingir a primeira parte do objetivo: a vaga no quadrangular e tornar o clássico num treino apimentado para o quadrangular.

(Diego Beckman)