Leandro Carvalho e companhia precisam ajustar a pontaria para os próximos jogos (Foto: Fernando Araújo)

A senha foi dada pelo técnico Marcelo Chamusca, após o clássico que abriu, ontem, a grande final do Parazão 2017. Caso queira manter a hegemonia no futebol local, conquistando o bicampeonato Estadual diante do maior rival, o Paysandu vai precisar melhorar a sua pontaria. De fato, o Papão deixou escapar na abertura da decisão de 180 minutos a chance de ir para o round final com uma boa vantagem, e tudo por causa dos erros de finalizações de seu ataque.

Veja imagens do Re-Pa

Sobretudo, no primeiro tempo, o Papão deixou a desejar no quesito pontaria, perdendo diversas oportunidades de fazer, no mínimo, 2 a 0, o que deixaria o adversário atordoado. O problema é que Chamusca tem pouco tempo para corrigir as falhas do ataque da equipe, já que o Papão enfrenta uma grande maratona de jogos pelo Parazão, Copa Verde e Copa do Brasil, que deixa pouco tempo para os treinamentos.


Na próxima quinta-feira (4), é a vez do time bicolor enfrentar o começo de outra decisão, o primeiro jogo da final da Copa Verde, contra o Luverdense-MT, na Arena Pantanal, em Cuiabá.

Mas voltando ao Parazão, no jogo de ontem, o esquema 4-3-3, que vem sendo utilizado pelo treinador, abstraído os erros de finalizações dos atacantes, funcionou bem. Tanto o setor de defesa como o meio de campo, este com alguns poucos pecados, funcionaram a contento e não precisam de maiores atenções do treinador.

O ponto a ser ajustado na equipe bicolor, pelo que se viu no empate, por 1 a 1, com o Leão, é mesmo o ataque, setor que teve, além dos erros de pontaria, o jogador Alfredo como uma espécie de peso morto e que poderia ser substituído por alguém mais eficaz.

TEMPO CURTO

O torcedor espera que Marcelo Chamusca consiga corigir isso logo, porque a maratona não para. Depois da partida de quinta, virá o jogo de volta do Parazão, contra o Remo, no próximo domingo (7). E seja qual for o resultado, não vai dar muito tempo para descansar, já que na quarta-feira (10), é hora de enfrentar o Santos-SP, no duelo de volta da Copa do Brasil. Vale lembrar que o primeiro jogo terminou em 2 a 0 para o Peixe, no último dia 26.

(Nildo Lima/Diário do Pará)