Reabilitação. A palavra nunca foi tão forte para o Paysandu que busca fazer as pazes com a vitória diante do Tapajós, neste sábado (17), no estádio Mamazão, em Outeiro. O duelo vale pela sexta rodada do Campeonato Paraense.

O time bicolor busca manter a liderança do grupo A do Parazão com sete pontos e apesar de ter um jogo a menos, o Papão da Curuzu vai em busca da vitória para amenizar o clima na Curuzu após a eliminação na Copa do Brasil para o CRB-AL.


Itamar Schulle, técnico do time alviceleste acredita que os treinos foram essenciais para corrigir falhas encontradas nos últimos jogos da equipe.

“Expectativa é melhorar jogo a jogo. Nós tivemos um jogo difícil contra o CRB-AL, conversamos sobre aspectos positivos e negativos. É trabalhar, se dedicar nos treinos para ir para a partida em busca da vitória. A sequência além do resultado positivo exige uma performance melhor do time do Paysandu”, destaca.

Para o treinador, o adversário vem motivado não somente pelo fato de estrear técnico novo, mas também de enfrentar o Paysandu, algo que para eles é como se fosse uma final de Copa do Mundo.

“Todo adversário que atua contra o Paysandu joga duro como se fosse final de um campeonato. Todos são competentes e vão dar o melhor. É final para eles. Precisamos fazer nossa parte em campo, de respeitar o adversário, mas ir em busca da vitória que tanto precisamos”, destaca.

O duelo entre Boto X Papão será amanhã, às 10h da manhã com cobertura do portal DOL.

(DOL)